Sobre

Olá Meus Queridos Irmãos,

Minha esposa e eu somos missionários da MEAP (Missão Evangélica de Assistência aos Pescadores). Venho de uma família que desde criança me ensinou a caminhar nos caminhos do Senhor. Todas as noites antes de dormir, meus pais ensinavam histórias bíblicas para minha irmã e eu.

Quando criança meus pais me levaram à Igreja para participar da Escola Dominical. Logo comecei a fazer amizades com as outras crianças e aprendi a gostar das atividades e dos professores.

Desde criança, vi meus pais se envolverem com a Igreja e me encorajando a fazer o mesmo. Com o tempo recebi de um irmão da igreja o apelido carinhoso… Ele me chamava de Missionário. Nessa época eu tinha a visão de que missionários, eram pessoas muito pobres que estavam acostumados a terem problemas de saúde e a viverem em lugares ruins. Nunca repreendi o irmão, mas em minha cabeça eu pensava o seguinte: “Missionário… Eu não…”

Havia outro homem que constantemente me falava sobre missões. Esse homem era nada mais, nada menos que o fundador da MEAP. Quando jovens, meu pai o conheceu em um acampamento. Nessa época ele ainda não era convertido, então meu pai teve a oportunidade de falar do plano da salvação para ele, e assim se fez uma nova criatura. Depois desse dia eles se tornaram bons amigos e depois de muitos anos com o meu nascimento, criação e amadurecimento sempre fui ministrado por ambos na importância do nosso relacionamento com Deus e a importância do IDE.

Com o passar do tempo, Deus foi trabalhando em minha vida e a minha visão ministerial foi mudando. Confesso que muitas vezes tive certo receio de que se me tornasse um missionário, ira ser muito pobre e viver constantemente doente. Mas agora todo aquele medo da adolescência foi preenchido pela certeza de que Deus estaria ao meu lado e era só isso que eu precisava para suportar qualquer coisa ruim que aparecesse na jornada.

É muito engraçado que antes de decidir entrar no ministério de tempo integral meus pensamentos só conseguiam ver as lutas que seriam travadas. Só que Deus revelou que o ministério não é só uma honra, mas é muito bom e muito agradável.

Foi só eu decidir que as coisas começaram a acontecer. Fui para um seminário no interior do estado do Pará, onde conheci minha esposa, que é tão apaixonada por missões quanto eu sou. Juntos temos sonhado e vendo Deus com seu extremo amor e poder agindo em nosso meio. Hoje nós trabalhamos integralmente para a melhoria de todas as bases da MEAP espalhadas no Brasil. Atualmente a MEAP tem mais de 120 missionários distribuídos pelos estados do Amazonas, Amapá, Pará, Maranhão, Piauí, Bahia, São Paulo e Paraná. Com trabalhos de Evangelismos, Implantação de Igrejas, Discipulado, Voluntariado, Creches, Desenvolvimento Comunitário, Projetos na Área da Saúde, Construção Civil (Casas para a População, Quadras, Poços Artesianos e etc), Esporte e muitos outros.

Ao ler isso, você deve pensar que muito já foi conquistado, apesar de ser verdade, ainda existe um território gigantesco com muitas comunidades ribeirinhas e vilas de pescadores artesanais que não conhecem o nome de Jesus Cristo. Por isso junte-se a nós nessa jornada. Ore, Contribua e Vá aos Campos.

Deus Abençoe a sua Vida !!

Guillian e Kelly

Contato:

E-mail: guillian_grn@hotmail.com

Facebook: guillian nascimento